Baleia-anã

Balaenoptera acutorostrata

Lacépède, 1804 Arrojamento Observado pelo Espaço Talassa

A baleia-anã é o mais pequeno dos Balaenopterídeos. O tamanho dos adultos raramente ultrapassa os 10 m, embora o tamanho médio dos machos seja de 8 m. As fêmeas são maiores, medindo entre 8 e 9,5 m. O peso varia entre 5 e 10 toneladas. à nascença, a cria mede à volta de 2,5 m e pesa até 450 kg. A duração da gestação é de 10-11 meses, enquanto que a lactação não ultrapassa os 6 a 8 meses. O intervalo reprodutor é de 1 a 2 anos. Esta espécie possui uma longevidade de 30 anos. O dorso é cinzento escuro e os flancos são cinzento claro, sendo possível observar uma marca branca sobre cada barbatana peitoral. O maxilar superior tem de 230 a 360 pares de barbas de cor branco-creme. Têm geralmente entre 50 e 70 sulcos ventrais, que se estendem quase até ao umbigo. Ao contrário dos outros Balaenopterídeos, alimenta-se principalmente de pequenos peixes, como o arenque e a sardinha, embora não despreze o krill. O rorqual-anão produz vocalizações de baixas frequências, tais como sons de pancadas e grunhidos, variáveis entre 0,06 e 14 kHz. Emitem periodicamente estalidos de frequência entre 3,3 a 20 kHz.
A equipa do Espaço Talassa não encontra frequentemente a baleia-anã. Observamo-la, geralmente, graças ao voo e à agitação extrema de numerosas aves que a acompanham, quando se alimenta. Os animais que observamos encontram-se frequentemente solitários, embora seja possível observá-los em grupos de 2 a 3 indivíduos. Para além do seu tamanho reduzido, a forma pontiaguda da cabeça que emerge em primeiro lugar, deixando ver frequentemente as barbas, quando chegam à superfície, a sua pele sem cicatrizes e as bandas brancas nas barbatanas peitorais, são sinais distintivos suficientes para a distinguir dos outros balaenopterídeos. Os seus movimentos são imprevisíveis, desaparecendo sem deixar rasto. Pode permanecer imersa durante 20 minutos no máximo. � capaz de nadar até 13 ou 16 nós em curtos períodos, embora a velocidade normal seja de 2 a 4 nós. O sopro é baixo e difícil de distinguir.
AÇORES : "Finbeque" - POR : Baleia anã - ITA : Balenottera minore - SPAIN : Ballena enena - GB : Minke whale - GER : Zwergwall - NEDER : Dwerg vinvis - SWEEDS : Vikval - NOORS : Vögehval. - DEENS : Vagehval - JAP: Koiwashi kujira