Baleia piloto

Globicephala melas

Traill, 1809 Observado pelo Espaço Talassa

A baleia piloto é qualquer uma de duas espécies de cetáceos do genus Globicephala. O genus é parte da família oceânica do golfinho (Delphinidae) embora o seu comportamento seja mais perto daquele das baleias maiores.

As duas espécies são a baleia piloto de barbatanas compridas e a baleia piloto de barbatanas curtas. As baleias piloto têm uma coloração preta ou uma cor cinzenta muito escura. A barbatana dorsal é ajustada para diante na parte traseira e varrida para trás. O corpo é alongado mas forte e estreita-se abruptamente para a barbatana caudal.

As diferenças na aparência das duas espécies são completamente subtis, mas podem ser distinguidas pelo comprimento da barbatana dorsal, pelo número dos dentes e pela forma do crâneo.

O peso do nascimento das crias é aproximadamente 100 kg. Os machos adultos podem alcançar até 6,1 m e pesar até 3 toneladas. Já as fêmeas adultas medem até 4,9 m e pesam até 1,5 toneladas.

A longevidade é aproximadamente 45 anos nos machos e 60 anos nas fêmeas para ambas as espécies. Vivem em grupos de aproximadamente 10 a 30 animais mas alguns grupos podem atingir os 100 membros.

São animais muito activos e comportam-se frequentemente de forma curiosa, tal como, lobtailing (bater na superfície com a caudal), spyhopping (vigiar com a cabeça fora da água) e aproximam-se dos barcos.

As baleias piloto alimentam-se predominantemente de lulas. A espécie de barbatanas longas prefere águas ligeiramente mais frescas e é por isso que habita o Oceano Atlântico Norte, numa faixa que se estende da Carolina do Sul (Estados Unidos) atravessando os Açores. Gostam de águas profundas.
A equipa do Espaço Talassa observou esta espécie pela primeira vez a 4 de Maio de 2007, sensivelmente a 3 milhas ao sul de São João do Pico.
Açores : Peixe boi / negro - POR : Baleia piloto - GB : long-finned pilot whale – FR : Globicéphale noir - GER : Gewöhnlicher Grindwal - NEDER : gewone griend